FANDOM


Atributos

Destreza 5 Força 9 Corpo 6

Despair endless

Inteligência 18 Vontade 22 Mente 30

Influência 19 Aura 25  Espírito 25

Iniciativa 42  Hero Points 400


Poderes

(*)=Mystic Link

Awareness: 16 Broadcast Empathy* 40, Dimension Travel: 30, Empathy* 30, Sorcery: 35, Invulnerability* 35 Truesight* 16 Personality Transfer 25, Remote Sensing 40


limitação: Broadcast Empath basicamente faz pessoas sentirem desespero. Remote Sensing apenas permite presenciar o que acontece com as pessoas desesperadas através de espelhos. Personality Transfer deixa o corpo para trás. Devido a possessão deste poder Desespero é a bem dizer imortal fisicamente, pois ao morrer abandona o corpo e transfere toda a sua essencia para um novo hospedeiro. O hospedeiro passa a ser um ser misto, tendo sua mente e memórias fundidas ao de Desespero, bem como todos os seus poderes e vantagens. (Isto só pode ser efetuado quando a morte do Perpétuo é "predestinada", como no caso de Morpheus no fim da saga Prelúdios e Noturnos". De outro modo, ela apenas utiliza Sorcery para recriar seu corpo).

Invulnerability não deve protege-la caso ela seja responsável por ferir um membro dos Perpétuos ou seus descendentes.

Perícias

Occultist 18

File:Despair original.jpg

Vantagens

Area Knowledge: Reino do Desespero; Connections: Perpétuos: alto, Pets (númerosos ratos que vivem em seu reino.


Desvantagens

Authority Figure, Séria Psychological Instability: Desespero vive em depressão e em auto-flagelação; Miscellaneous: nudista; Strange Appearance


Ocupação: encarnação antropomórfica do desespero

Motivação: Responsability of Power

Riqueza: N/A

Origem

Desespero é um dos Perpétuos. Ela é a irmã gêmea de Desejo, apesar de ter uma aparência completamente diferente da dele/dela - (Desejo é, ao mesmo tempo, macho e fêmea). De aparência mórbida e modos taciturnos, Desespero toma a forma monstruosa de uma mulher solitária e profundamente melancólica. É a regente dos suicidas, dos arrependidos, dos aflitos. Sendo gêmea de Desejo, é a musa dos sadomasoquistas e a que inspira os psicóticos a (v)irem além. Sua voz é um bezoar de sussurros, daqueles que desencadeiam arrepios: unhas dançando lentamente pelo quadro-negro ou a ponta da faca cravada embaixo delas. O som de uma seringa perfurando um olho. Ou ainda um osso se arrebentando no concreto. Senhora de todo arrepio.

Desespero é muito gorda, tem a pele pálida e escamada e cabelos negros curtos. Ela não usa roupas. Na mão esquerda usa um anel com um gancho engastado, que usa para rasgar a própria pele. Esse é também seu símbolo na galeria dos outros Perpétuos. Seu reino é um espaço cinzento, envolto em névoa branca na qual flutuam incontáveis espelhos. Cada um desses espelhos é idêntico a um espelho que existe na Terra: Desespero os usa para observar as pessoas desesperadas. Às vezes Desespero age em conjunto com Desejo, quando ambos tramam contra um Perpétuo mais velho. No entanto, ela parece ser mais próximo dos outros Perpétuos do que ele/ela, sendo que as vezes parece ter algum carinho por Delírio e sentir saudades de Destruição. Não fala muito, e parece consequentemente bruta, mas durante seu discurso no despertar de Sonho (No arco de histórias chamado Despertar) revela sua simpatia e sentimentos por ele. Próximo ao fim da série regular, revela-se que a Desespero que nós vemos não é a primeira Desespero, mas um segundo aspecto. A Desespero original é vista no livro Noites Sem Fim (Endless Nights, no original), durante a história de Sonho. É bastante semelhante a Desespero atual, gorda, flácida, e nua, só que mais alta, com tatuagens vermelhas sobre o corpo todo, e mais eloquente.

Community content is available under CC-BY-SA unless otherwise noted.